• Da Redação

Tiee se justifica após promover aglomeração no Rio: "O chefe de família falou mais alto"

O cantor e a família foram diagnosticados com o coronavírus em maio

Foto: Reprodução/Instagram

Na noite dessa segunda-feira (10), o cantor de pagode Tiee realizou o seu evento "Resenha do Tiee", no Boteco Capadócia, no Rio de Janeiro (RJ). Videos que circularam nas redes sociais mostraram que o evento teve grandes filas, aglomeração e nenhum dos presentes usava máscara, mesmo com as restrições por causa da pandemia do novo coronavírus.


O cantor, que pediu as fãs que levassem a Covid-19 a sério quando foi diagnosticado com o vírus no mês de maio, se pronunciou e pediu desculpas sobre o ocorrido. "Meus amigos, desculpas, mas fui chamado a trabalhar. Como todo brasileiro e brasileira tenho meus compromissos, pessoas dependem de mim e do meu trabalho. São quase seis meses sem trabalhar!", iniciou.


Tiee disse que fez trabalho social no primeiro momento para ajudar pessoas que foram afetadas pelo vírus. "Eu sei bem do que se trata, senti na pele. Mas chega uma hora em que tudo se 'flexibiliza', menos o meu trabalho. Já pensam em retomar as aulas, os ônibus, os mercados populares da cidade e as praias e outros locais públicos apresentam aglomeração todos os dias. Mas o problema é o meu trabalho", continuou.


O pagodeiro justificou que o seu trabalho sustenta a ele e a todos que o acompanham. "Minha intenção não foi desrespeitar ninguém, ofender ninguém, mas novamente digo, fui chamado a trabalhar. O chefe de família falou mais alto", concluiu.


+ Leia Mais: Dan Valente anuncia novo CD com participações especiais

RECEBA MEUS EMAILS

  • TikTok
  • Branca Ícone Spotify
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Facebook Ícone

© por Kadu Brandão. Ih, Miga! - Desde 2016

  • TikTok
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Spotify
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube