• Kadu Brandão

Preta Gil faz homenagem para Paulo Gustavo em live na cidade do ator: "gigante"

Preta Gil dedicou show realizado em Niterói para amigo Paulo Gustavo

Patrick Gomes/Divulgação

As cantoras Elba Ramalho, Preta Gil e Sandra de Sá abriram o festival Cultura nas Estações neste sábado (22), ao vivo, direto do Caminho Niemeyer, em Niterói (RJ). As artistas foram unânimes em afirmar que as produções de lives foram fundamentais para manter a classe artística conectada com o público durante a pandemia.


Preta Gil começou sua apresentação homenageando Paulo Gustavo. "É um dia que vai marcar minha existência. O primeiro show após a perda do meu melhor amigo. Niteroiense de coração, que levou a imagem da cidade para os seus filmes, para as suas peças. Um pedaço de mim que eu perdi e o Brasil perdeu, mas o que que deixou pra nós é muito grande, gigante. A minha existência e a minha passagem por essa vida será para sempre uma homenagem a ele", disse a cantora, muito emocionada. O ator faleceu no início de maio em decorrência de complicações por causa do coronavírus.


Sem deixar a animação cair, a cantora ainda dedicou ao humorista um trecho da música "Whisky a Go Go". A cantora enfileirou sucessos como "Sinais de Fogo", "Conquista" e "Tempos Modernos".


O evento é uma realização da Enel Distribuição Rio, em parceria com a Peck Produções. No domingo (23), a partir das 16h, a programação segue com shows de Vanessa da Mata, Negra Li e Fernanda Abreu. Atendendo aos protocolos sanitários, o Cultura nas Estações acontece em formato live, sem presença de público, com transmissão gratuita pelo canal do Youtube da Enel Brasil, por meio do link http://www.youtube.com/enelbrasil; e através do MusicBox, canal 123 na Claro e NET, 145 na Oi, e 637 na Vivo.

O festival online segue todas as normas e protocolos das autoridades públicas locais para contenção da Covid-19, como distanciamento mínimo necessário, uso de máscaras e álcool gel. Além disso, todos os profissionais envolvidos são testados previamente. O evento tem o patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, Lei de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e Enel Distribuição Rio, além do apoio da Prefeitura de Niterói e do Caminho Niemeyer.