• Erem Carla

Gilberto Barros é denunciado por crime de homofobia após declarar que agrediria homossexuais

A entrevista foi transmitida na última quarta-feira (9)

Foto: Reprodução/Twitter

Após ter declarado, em entrevista a jornalista Sonia Abrão, que agrediria dois homens se os visse se beijando, o apresentador Gilberto Barros foi denunciado no Ministério Público do Estado de São Paulo por crime de homofobia.


Na entrevista, Gilberto disse que acordava na madrugada e da sua garagem presenciava as cenas. "Beijo de língua de dois 'bigode', porque tinha uma boate gay ali na frente. Não tenho nada contra, mas eu sou gente. Naquela época ainda, você imagina, chegando do interior. Hoje em dia, se quiser fazer na minha frente, faz. Apanha os dois, mas faz", afirmou.


A denuncia ao MP foi feita pelo ativista LGBT William de Lucca, baseado na lei estadual 10.948, de 2001 que pune a prática de discriminação em razão da orientação sexual e identidade de gênero. O ativista disse que as declarações de Gilberto são inadmissíveis. "Vai responder penal e administrativamente e vai aprender pela lei a respeitar nossa população", disse.


Willam que também é pré-candidato ao cargo de vereador em São Paulo, disse que é inaceitável em pleno século 21 que a população LGBT ainda seja ameaçada por fazer algo que qualquer pessoa hétero faz tranquilamente. "Precisamos coibir este tipo de postura, mas, mais que isso, promover ações políticas e de reparação às violências contra a população LGBT" afirmou.

RECEBA MEUS EMAILS

  • TikTok
  • Branca Ícone Spotify
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Facebook Ícone

© por Kadu Brandão. Ih, Miga! - Desde 2016

  • TikTok
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Spotify
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube