• Da Redação

Erasmo Carlos relembra briga com Roberto Carlos

Cantor também falou da internação por covid-19: "Eu perdi voz, fôlego, equilíbrio"

Erasmo Carlos relembrou a briga com Roberto Carlos e os momentos tensos que viveu ao ser infectado pelo coronavírus, quando ficou 12 dias em uma UTI.


O cantor é um dos destaques do Domingo Espetacular, da Record TV, deste domingo (13). Com 80 anos, Tremendão conversou com a repórter Fabiana Oliveira sobre o enorme sucesso do período da Jovem Guarda, revela como conheceu Roberto Carlos e da relação que ainda mantém com o Rei, um casamento que inclui apenas uma grande ruptura, após uma apresentação no programa de Wilson Simonal.


“Eu cantei um monte de músicas que já eram sucesso na época e ninguém falou que eram dele também”, destaca o Tremendão. "Ficamos seis meses sem se falar, mas depois voltamos às boas. E até hoje, a gente só discute na hora das músicas, das composições, mas é tudo coisa de trabalho”.


Erasmo revelou como enfrentou a covid-19 e se recuperou para entrar em uma nova turnê, em que canta sucessos compostos há 60 anos, famosos na voz de outros compositores, mas que ele mesmo gravou somente agora.


No ano passado, Erasmo Carlos ficou internado por 12 dias em uma UTI, tratando de complicações do coronavírus. Após a alta, enfrentou um longo processo de recuperação. “Eu perdi voz, fôlego, equilíbrio. Então, aí precisou do trabalho de fono, de fisio, acupuntura. Tudo isso eu fiz durante uns dois, três meses, para ir me aprimorando de novo. Fui reaprendendo um monte de coisas que eu tinha esquecido”, lembra o cantor.