• Da Redação

Carnatal 2021: banda EVA é proibida de se apresentar por causa de Henrique e Juliano

Bloco Eva não deu segunda volta na micareta para não atrapalhar show dos sertanejos


O cantor Felipe Pezzoni, vocalista da banda EVA, fez um desabafo, na madrugada deste sábado (11), ao descobrir que o bloco EVA não daria a segunda volta no circuito do Carnatal. O motivo? Não atrapalhar a apresentação da dupla Henrique e Juliano em um camarote do evento.


A notícia foi dada por Pezzoni aos foliões. O cantor pediu mais respeito para as bandas que fazem o carnaval, inclusive o fora de época, acontecer e garantiu que a banda EVA não volta ao Carnatal em 2022.


"A gente está parado aqui porque eles não querem que a gente dê a segunda volta porque tem uma dupla sertaneja no camarote e eles não querem incomodar. Minha vontade era sair por esse portão, lamentou Felipe Pezzoni.





O cantor lamentou a preferência por artistas sertanejos em uma festa genuinamente carnavalesca. O grupo EVA também emitiu uma nota contra a postura adotada pela produção do Carnatal.


"O Grupo EVA vem a público demonstrar a sua total insatisfação e desagrado pela forma desrespeitosa com que a banda Eva, o bloco Eva Natal, o público e seus clientes foram destratados pela produção do Carnatal, através dos seus gestores, que, de forma arbitrária, determinaram o encerramento antecipado do desfile do bloco, com o fechamento dos portões de acesso, visando atender à pressão de outros grupos/estilos musicais, em detrimento dos compromissos assumidos contratualmente e do próprio nome do evento", diz a diretoria do EVA em nota enviada ao Ih, Miga!.